terça-feira, 16 de julho de 2024
InícioCidadesEsposa e amante são condenados pelo assassinato de advogado em MT
INFIDELIDADE E EXECUÇÃO

Esposa e amante são condenados pelo assassinato de advogado em MT

A sessão do Tribunal do Júri ocorreu dia 30 de abril, em Várzea Grande e teve 16 horas de duração

Em um julgamento com 16 horas de duração, Carla Fernanda Toloi Ferreira e Anderson Fabiano Pereira foram condenados pelo homicídio qualificado de Edson Vicente da Costa.

Carla era casada com a vítima e, à época do crime, tinha um relacionamento com Fabiano.

Como mentora intelectual do assassinato, a esposa da vítima recebeu pena de 25 anos, 11 meses e seis dias de reclusão.

Já o atirador foi condenado a 20 anos, quatro meses e 20 dias, bem como ao pagamento de 13 dias-multa.

Os dois, que estão presos desde junho de 2021, deverão iniciar o cumprimento da pena em regime fechado e não poderão recorrer da sentença em liberdade.

Simularam latrocínio 

A sessão do Tribunal do Júri ocorreu dia 30 de abril, em Várzea Grande.

De acordo com o promotor de Justiça César Danilo Ribeiro de Novais, o crime foi cometido em novembro de 2020, na cidade de Tangará da Serra (a 239km de Cuiabá).

Os acusados tentaram simular um latrocínio, mas o homicídio foi descoberto durante as investigações.

“Os homicídios no âmbito da relação íntima de afeto, envolvendo ambições patrimoniais, seguem um padrão no planejamento e na execução: a simulação de latrocínio. Cuida-se de homicídio premeditado, cuja prova é predominantemente indiciária, onde a autoria é detectada por uma cadeia de indícios”, pontuou o promotor de Justiça César Danilo Ribeiro Novais durante a sustentação oral perante o corpo de jurados. Em seguida, arrematou: “O Júri é o Tribunal da Razão e a rainha das provas é a Lógica Humana. A inteligência é a grande arma contra a impunidade e a injustiça”.

Conforme a denúncia, a vítima foi morta em frente de casa, no bairro Jardim Itália, com disparos de arma de fogo.

Na sequência, Anderson subtraiu a motocicleta pertencente a Edson. Dessa forma, esposa e amante foram denunciados por homicídio qualificado praticado por motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima.

Anderson também respondeu por furto.

“A denunciada Carla Fernanda era casada com a vítima Edson Vicente da Costa (‘Edinho’), mas mantinha um relacionamento amoroso extraconjugal com o codenunciado Anderson Fabiano. Extrai-se dos autos que em razão de interesses passionais e financeiros (casa, carro, motocicleta, seguro de vida, pensão etc.), os indiciados Carla e Anderson planejaram a morte de ‘Edinho’, para que pudessem ficar juntos e com o patrimônio pertencente à vítima”, narra a denúncia subscrita pelo promotor de Justiça Rodrigo Ribeiro Domingues.

Assim, Carla e Anderson compraram uma arma de fogo e no dia do crime armaram uma emboscada para a vítima, que foi atingida por disparos na cabeça, abdômen, costas e braços.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se