segunda-feira, 27 de maio de 2024
InícioCidadesAutor de assassinato de idosa é indiciado por feminicídio e estupro de...
CRIME BRUTAL

Autor de assassinato de idosa é indiciado por feminicídio e estupro de vulnerável

Laudo pericial confirmou o abuso sexual; criminoso invadiu a casa da vítima para roubar

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) indiciou A.J.B. S., de 34 anos, pelo crime por homicídio duplamente qualificado e estupro de vulnerável contra a idosa Horaide Bueno Stringuini, de 84.

O crime ocorreu no dia 28 de março, na casa da vítima, no bairro Rodoviária Parque, em Cuiabá.

O suspeito era funcionário de uma distribuidora que fica ao lado da residência da idosa. Ele foi preso na madrugada do dia 29.

De acordo com a Polícia Civil, o inquérito foi encaminhado no último sábado (6) para o Poder Judiciário.

Conforme o delegado Nilson André Farias, o homicídio foi qualificado por recurso que impossibilitou a defesa da vítima e feminicídio, além do estupro, comprovado em laudo pericial da Politec.

Em relação ao roubo ocorrido, a DHPP continua com as diligências para apurar mais elementos da autoria.

Morte e prisão 

Horaide Bueno Stringuini foi encontrada com duas perfurações no tórax causadas por arma branca.

Familiares informaram que a vítima morava sozinha e um neto havia falado com ela por volta das 07h30 daquele dia.

A equipe da DHPP iniciou as diligências e imagens de câmeras de segurança de uma distribuidora de gás, ao lado da casa da vítima, mostraram quando o autor do crime pulou o muro lateral da residência da vítima, com um par de botas de cor preta e uma sacola verde.

Por meio das imagens, foi possível identificar o autor, que era funcionário da distribuidora.

A bota que ele utilizava no trabalho e que carregava no momento em que saiu da casa da vítima foi localizada em um terreno na rua acima do local do crime.

Com a identificação do autor do crime, os policiais da DHPP realizaram diligências e conseguiram prendê-lo em flagrante, no início da madrugada do dia 29 de março.

Interrogado na DHPP, ele confessou o crime, revelando que havia consumido álcool e drogas e que após acabar seu dinheiro, decidiu invadir a casa da idosa na intenção de roubar objetos de valor para alimentar o vício.

Em audiência de custódia, a prisão em flagrante foi convertida em preventiva e o autor dos crimes segue detido em unidade prisional de Cuiabá.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se