segunda-feira, 22 de abril de 2024
InícioPolíticaCom recuo do irmão, presidente da Metamat admite disputa à AL

Com recuo do irmão, presidente da Metamat admite disputa à AL

Filiado ao DEM, Juliano Jorge admite "sondagem" de outros partidos

O presidente da Metamat, Juliano Jorge Boraczynski (DEM), admitiu a possibilidade de disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa, na eleição do próximo ano.

Ele é, inclusive, um dos cotados entre os membros do primeiro escalão do governo Mauro Mendes (DEM) para concorrer ao Legislativo.

Segundo Juliano, a possibilidade de encarar às urnas passa também pela decisão de seu irmão, o ex-deputado estadual Romoaldo Júnior (MDB), em não concorrer novamente ao cargo.

“Meu irmão admitiu que não tem a intenção de disputar mais. Ele entende que já deu sua cota como vereador, prefeito de Alta Floresta, deputado estadual por cinco mandatos. E falou que não quer mais”, explicou o político, em entrevista à CBN Cuiabá.

“E, nesse sentido, me pediu pra estudar [uma eventual disputa], que ele me apoiaria. De fato, existe essa possibilidade sim, tenho essa vontade”, emendou o democrata.

Leia mais:

Presidente da Metamat critica Fábio Garcia e sugere Júlio à presidência do DEM

Ele admitiu também que tem sido “sondado” por partidos como o PDT e o PSB. Mas, ao menos por ora, pretende continuar do DEM.

De todo modo, segundo o presidente, qualquer discussão sobre este assunto ficará para 2022.

Aqueles que ocupam cargos no Governo têm até 30 abril do ano que vem como prazo para se desincompatibilizarem, caso tenham a intenção de disputar o pleito eleitoral.

“Esses assuntos temos que conversar no ano que vem, que é ano político. Reitero que tenho vontade, mas não posso trabalhar nisso agora. Estou focado na Metamat, em atender as necessidades do Estado na mineração. Essa conversa eleitoral vai ficar para 2022”, concluiu.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se