sexta-feira, 19 de abril de 2024
InícioPolíticaDilemário diz que Edna virou "anjo da guarda" e age para "blindar"...
COMISSÃO "RASA"

Dilemário diz que Edna virou “anjo da guarda” e age para “blindar” Emanuel

Câmara aprovou requerimento que prevê acompanhamento de ações contra prefeito afastado

O vereador Dilemário Alencar (Podemos) acusou a colega, Edna Sampaio (PT), de agir de modo a blindar o prefeito afastado da Capital, Emanuel Pinheiro (MDB) de uma eventual investigação na Câmara de Cuiabá.

Neta semana, por 17 votos a 6, os parlamentares arquivaram um pedido de abertura de uma comissão processante contra o político. Emanuel é acusado de manter contratações temporárias na secretaria de Saúde do Município, como forma de garantir sua governabilidade.

Após essa medida, a Casa acabou aprovando um requerimento de Edna, que cria uma Comissão Especial de Acompanhamento das investigações e ações de improbidade administrativa que resultaram no afastamento do prefeito.

“O pedido da vereadora foi raso. Uma evidente manobra para blindar o prefeito Emanuel de eventual investigação pela Câmara”, disse Dilemário.

“Com esse movimento, a vereadora Edna virou o anjo de guarda do prefeito Emanuel, mesmo diante dos fartos escândalos de corrupção nesta gestão”, emendou o político.

Ele afirmou também que o requerimento apresentado pela colega continha apenas duas laudas, o que prova que a medida foi tomada as pressas.

Comissão

A intenção da comissão, segundo Edna Sampaio, é detectar eventual infração-político administrativa por parte de Emanuel Pinheiro.

Desta forma, atrairia, em tese, a competência da Câmara Municipal, para julgamento em possível e futuro processo de cassação do Prefeito”, justificou Edna.

Afastamento do prefeito

Emanuel foi afastado de suas atividades no dia 19 de outubro, no âmbito da Operação Capistrum.

A ação apura um suposto esquema de contratações ilegais de servidores na secretaria de Saúde, como forma de atender interesses políticos e garantir a governabilidade do prefeito.

Além disso, há suspeitas de pagamento do chamado Prêmio Saúde, sem critérios específicos e cujos os valores variavam de R$ 70 a R$ 5,8 mil.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se