sábado, 20 de julho de 2024
InícioPolíticaDeputado rebate Mendes sobre críticas ao VLT: “Ele também é filho da...

Deputado rebate Mendes sobre críticas ao VLT: “Ele também é filho da corrupção?”

O petebista também deu uma invertida no apontamento do governador quanto ao custo do plebiscito que será realizado pela Câmara de Cuiabá

O deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PTB) rebateu as críticas feitas pelo governador Mauro Mendes (DEM), que voltou a dizer que o VLT é o “fruto da corrupção”.

Ao Jornal da CBN Cuiabá, nesta terça-feira (01), o parlamentar questionou se o chefe do Executivo estadual também não seria corrupto uma vez que era prefeito de Cuiabá no momento da adesão ao modal.

“Em relação à fala do governador, ele seria então filho da corrupção também porque ele participou dos acordos do VLT. Ele era prefeito de Cuiabá à época. Ele é filho da corrupção junto com aqueles que participaram?”, disparou o deputado.

Além disso, o petebista também deu uma invertida no apontamento do governador quanto ao custo do plebiscito que será realizado pela Câmara em torno da mudança de modal. Conforme noticiado pelo portal, Mendes havia dito que a escuta popular seria “jogar dinheiro fora”.

Ao comentar sobre a fala do emedebista, Emanuel Pinheiro Neto disparou que o dinheiro gasto pelo governador na compra de um jatinho para o Estado seria suficiente para custear o plebiscito tanto na cidade de Cuiabá quanto em Várzea Grande.

“Eu prefiro que a população tenha a oportunidade de se manifestar, porque mais importante que tudo isso é que a campanha mostre os prós e contras de BRT e VLT do que o governo do Estado decidir a portas fechadas. Dentro de quatro paredes, onde vão fazer seus acordos pessoais ali e a população vai ser a última beneficiada nesse sentido”, acrescentou.

Por fim, o deputado disse ainda que não há nenhum tipo de tratativa finalizada em torno do BRT, como estaria sendo divulgado pelo Estado. Segundo o parlamentar, o governador está anunciando sem ter garantias.

“Eu tive agendas com a Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana, tive agendas com a Caixa Econômica Federal e eles sempre foram muito firmes em nos dizer que não havia até o momento, isso até uma semana atrás, qualquer decisão em relação à troca do modal”, disse.

“Então, está acontecendo algo igual à Sputnik, ele está anunciando antes de ter feito todos os procedimentos legais. Não estou aqui falando que ele fez na maldade, acho que ele quer fazer as coisas acontecerem, mas está fazendo da forma errada, querendo atropelar e tomar as decisões sozinho”, finalizou.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se