terça-feira, 16 de abril de 2024
InícioPolíticaSenador diz que DEM está “adormecido” e precisa acordar para eleições de...

Senador diz que DEM está “adormecido” e precisa acordar para eleições de 2022

O senador Jayme Campos disse que seu partido, o Democratas, está “adormecido”. Ao Jornal da CBN, na manhã de terça-feira (02), o parlamentar apontou para a necessidade de a sigla se articular para disputar as eleições de 2022 com todo seu potencial ativo.

À reportagem, Jayme disse que o desempenho da legenda foi satisfatório no último pleito eleitoral, quando o DEM teve saldo positivo de 25 prefeitos eleitos. Contudo, o cacique da sigla afirmou também que o resultado poderia ter sido muito melhor.

Segundo o senador, a questão não passa de “matemática básica”, uma vez que o partido foi a legenda que fez mais prefeitos, mas mesmo assim não obteve nem 100 mil votos. Tal fato foi compreendido por Jayme como índice de desempenho passível de ser melhorado internamente.

“Significa que é bom, mas tem que ter capacidade de eleger em municípios com mais potencialidade eleitoral. Contudo, acho que temos a capacidade, mas está demorando, de articular o partido para as eleições em 2022″, pontuou o senador.

“O partido, com todo respeito que tenho ao meu presidente, inclusive ao meu suplente Fábio Garcia, acho que está meio adormecido. Tem que acordar rapidão, preparando um grupo de candidatos para deputado estadual, federal, para não termos de repente alguma surpresa”, acrescentou.

Além disso, o democrata também revelou diálogos feitos com políticos que poderiam, em algum momento, migrar para o partido, como é o caso do deputado federal Nelson Barbudo (PSL) e o ex-parlamentar Nilson Leitão (PSDB).

Conforme Jayme, Barbudo demonstrou interesse em migrar para o DEM e estaria no aguardo da janela eleitoral. Já Leitão, que também apontou a possibilidade de mudança em outro momento, condicionou a troca de legenda a depender do projeto democrata para a próxima eleição.

“O Nelson Barbudo conversou comigo pessoalmente mostrando essa disposição diante dessa possibilidade, evidente aguardando também a questão da janela. Com a janela vindo, ele tem essa possibilidade”, afirmou. “Não manifestou em termos de cargo. Ele quer vir para somar e participar, não importa se vai ser estadual ou federal”, finalizou Jayme.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se