sábado, 18 de maio de 2024
InícioPolíticaContra Legislativo “prostituído”, vereador busca “desescravizar” população

Contra Legislativo “prostituído”, vereador busca “desescravizar” população

Em seu primeiro mandato na Câmara Municipal de Cuiabá, o vereador tenente-coronel Marcos Paccola (Cidadania) defende a “desescravização” da população por meio da informatização, a fim de combater o uso do Legislativo de forma “prostituída”.

Ao Jornal da CBN Cuiabá, o parlamentar apontou que a população por vezes é orientada a acreditar que os vereadores têm, com o uso de seus mandatos, o poderio de agentes do Executivo.

Dessa forma, o vereador propõe o uso da legislatura para informar a população sobre o real papel do Legislativo, que é de fiscalizar.

“Junto com as lideranças temos conversado no sentido de desescravizar. O dia que eu for lá e escravizar a pessoa comigo, dizer que precisa de mim para fazer alguma coisa, eu estou indo contra tudo aquilo que eu preguei”, apontou.

Além disso, o tenente-coronel também criticou aqueles de usam o mandato de forma “prostituída”, de maneira subjugada a outras esferas.

“Nós temos, com toda certeza, ao longo desses quatro anos de mandato uma busca incessante de trazer à população uma informação também de qualidade, em especial, da atividade da vereância que é muito prostituída em termos da atuação”, disse o vereador.

“Inclusive, como os próprios vereadores e candidatos vendem durante a campanha para as pessoas, como se os vereadores fossem por vezes um secretário de obras, um agente do Executivo, e não uma atuação do Legislativo”, acrescentou.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se