terça-feira, 16 de abril de 2024
InícioPolítica“Não tem vaga cativa na Assembleia”, diz deputado sobre disputa de cadeira...

“Não tem vaga cativa na Assembleia”, diz deputado sobre disputa de cadeira no TCE

O deputado estadual Allan Kardec (PDT) minimizou a suposta preferência dos parlamentares em torno de uma possível indicação do presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (DEM), para assumir uma cadeira no Tribunal de Contas do Estado (TCE).

“Não há vaga cativa na Assembleia”, disse o pedetista, em entrevista ao Jornal da CBN Cuiabá.

Neste momento, não há vaga disponível para a Corte de Contas. Porém, há especulações em torno da cadeira do conselheiro Waldir Teis que, afastado do TCE desde 2017, entrou com pedido de aposentadoria. Com a vacância, a AL poderá indicar um sucessor para o Tribunal.

Neste cenário, o deputado defende que todos têm o direito de serem sabatinados, caso queiram, para assumir a vaga. Assim, mesmo que haja indicação de preferência pelo atual presidente da AL, a discussão ainda teria que ser feita de forma aberta, de modo a ouvir as partes que se apresentem para ocupar a cadeira.

“Não tem vaga cativa, nem para o Botelho nem para ninguém. Se acontecer a vaga, eu quero ser sabatinado. Acho que os deputados têm a prerrogativa de indicação de nomes para o Tribunal de Contas”, defendeu Kardec.

Conforme noticiado pelo portal, diversos deputados já deram indicativo que caso Eduardo Botelho disputasse vaga para o TCE, teria o apoio de ao menos 20 dos 24 colegas de parlamento.

“O que não dá para a gente ter na Assembleia é vaga cativae aí eu sou contra ter unanimidade em uma disputa como essa, para uma vaga tão importante. Tem que ser sabatinado, tem que estar apto para fazer o trabalho lá no Tribunal de Contas”, disse Kardec.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se