sexta-feira, 25 de junho de 2021
Início Cidades Dois são presos por roubar e manter filho de empresário em cárcere

Dois são presos por roubar e manter filho de empresário em cárcere

A vítima retornava da escola quando foi abordada pelos suspeitos que estavam em uma motocicleta

Os dois suspeitos envolvidos no roubo com restrição de liberdade cometido contra o adolescente Rafael Lorenzetti, 17 anos, foram detidos pela Polícia Civil, na sexta-feira (14).

Rafael é filho do empresário Luciano Lorenzetti, que atua no setor de materiais de construção em Mato Grosso. Ele foi vítima do crime ocorrido em Tangará da Serra (239 km a médio norte de Cuiabá) na última quarta (12).

O adolescente de 17 anos reconhecido pela vítima como um dos envolvidos no roubo foi o primeiro a ser apreendido durante cerco policial na bairro Jardim Shangri-lá. Logo após a apreensão do menor, o segundo envolvido de 19 anos se apresentou na Delegacia de Tangará da Serra.

O crime ocorreu quando a  vítima retornava da escola, conduzindo um veículo Volkswagen Polo. O adolescente foi abordado por dois suspeitos em uma motocicleta, no momento em que reduziu a velocidade para entrar em sua casa.

Na ocasião, o suspeito menor de idade, que estava na garupa da motocicleta, desceu em posse de uma arma de fogo rendendo a vítima e assumindo a direção do veículo Polo. A vítima foi levada junto ao suspeito.

Assim que foram acionadas, as equipes da Polícia Civil e Polícia Militar iniciaram as buscas para localizar a vítima. Ainda na data do crime, policiais localizaram o veículo da vítima, na zona rural do município na comunidade conhecida como Bezerro Vermelho.

O carro estava fora da estrada e com avarias.

Em continuidade as diligências, os policiais encontraram a vítima em uma região de mata, próxima ao Distrito de Progresso, na MT-358. O adolescente foi entregue a família sem lesões corporais.

Investigação e apreensão do suspeito

Desde que tomou conhecimento dos fatos, a Polícia Civil já vinha trabalhando com a hipótese de participação de dois suspeitos, já conhecidos do meio policial. Na delegacia, a vítima foi ouvida e fez o reconhecimento fotográfico do adolescente como um dos autores do crime, confirmando as suspeitas da equipe policial.

Com a informação, os policiais intensificaram as buscas pelo suspeito que a todo momento trocava de endereço para escapar de uma possível abordagem policial, inclusive conseguindo fugir dos policiais em uma tentativa de abordagem anterior, também no bairro Jardim Shangri-lá.

No final da tarde desta sexta-feira (14), os policiais receberam novas informações de que o suspeito havia retornado para o bairro e montaram uma operação para realizar a apreensão do menor. Ao perceber a presença dos policiais, o adolescente tentou fugir pelos quintais das casas, porém acabou detido durante o cerco.

Três pessoas que estavam nas imediações no momento da apreensão e que tem amizade com o suspeito foram conduzidas para prestar esclarecimentos, sendo ouvidos e liberados. Apenas um dos conduzidos responderá a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de droga.

Tipificação

Segundo o delegado, Adil Pinheiro de Paula, o adolescente que teve o envolvimento identificado no roubo, ficou todo momento com a vítima, sendo o responsável por realizar a abordagem, indo com ela em direção à Nova Olímpia e ficando escondido na região de Novo Progresso. Durante os procedimentos na delegacia, o segundo envolvido (maior de idade) se apresentou confessando a sua participação no crime.

“O caso está sendo tratado como roubo com restrição de liberdade da vítima, uma vez que não houve o pedido de resgate, não caracterizando assim o sequestro. Informações preliminares indicam que os suspeitos tiveram um desentendimento, pois um queria pedir o resgate pela vítima e o outro queria apenas roubar o veículo”, disse o delegado.

Diante das evidências, o delegado representou pelo pedido de internação do adolescente pelo ato infracional de roubo com restrição de liberdade da vítima, que foi deferido pela Justiça.  O menor poderá ficar até cinco dias na Delegacia de Tangará da Serra aguardando a vaga no sistema socioeducativo.

O delegado-geral, Mário Derveval, parabenizou a equipe de Tangará da Serra pela rápida e brilnhante atuação no caso, que tirou de circulação os dois suspeitos envolvidos no crime.

“A equipe está de parabéns pelo trabalho de investigação e campanas, que resultaram na apreensão do adolescente infrator e posteriormente de seu comparsa. É um trabalho importante e diferenciado que livra a sociedade desse tipo de criminosos envolvidos em ações tão graves”, disse o delegado-geral.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -

Siga-nos nas redes sociais

31Mil FãsCurtir
250SeguidoresSeguir