sábado, 13 de julho de 2024
InícioCidadesCapitão e soldado são indiciados por morte de aluno em treinamento dos...
CURSO NA LAGOA TREVISAN

Capitão e soldado são indiciados por morte de aluno em treinamento dos Bombeiros

O caso, que tramita em sigilo, passa a ser conduzido agora pelo Ministério Público Estadual

O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso indiciou três militares pela morte do jovem Lucas Veloso Peres, de 27 anos, ocorrida em treinamento do Corpo de Bombeiros no dia 27 de fevereiro.

Foram indiciados o capitão Daniel Alves Moura e Silva, que deverá responder por homicídio doloso eventual; e o soldado Kayke Gomes dos Santos, que responderá por maus-tratos.

O terceiro militar não teve o nome revelado.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o resultado do Inquérito Policial Militar foi encaminhado, nesta quarta-feira (15), a 11ª Vara Criminal Especializada de Justiça Militar Estadual.

O caso, que tramita em sigilo, passa a ser conduzido agora pelo Ministério Público Estadual.

O caso 

O soldado do Corpo de Bombeiros Lucas Veloso Perez morreu após passar mal em um treinamento na Lagoa Trevisan, em Cuiabá, no dia 27 de fevereiro deste ano.

O aluno participava de uma aula de salvamento aquático quando começou a sentir falta de ar e afundou. Ele foi retirado da água e encaminhado para o Hospital H-Bento, no Bairro Dom Aquino, mas não resistiu.

O capitão Daniel Silva – instrutor do curso de salvamento – era o responsável pela prática no dia da morte de Lucas.

Alunos que participaram do treinamento levantaram a hipótese de que a vítima teria recebido alguns “caldos”.

Lucas era natural de Goiás e foi aprovado no concurso público de 2022.

Em março, o governador Mauro Mendes (União) assinou o Decreto Lucas Veloso Peres, que obriga a gravação de todo o processo de treinamento das forças de Segurança do Estado de Mato Grosso.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se