segunda-feira, 22 de julho de 2024
InícioDestaque PrincipalBarbudo deve assumir cadeira na Câmara após morte de Amália
PRIMEIRO SUPLENTE

Barbudo deve assumir cadeira na Câmara após morte de Amália

Ele ainda não se manifestou sobre a morte da correligionária, tampouco sobre a vaga

THAIZA ASSUNÇÃO – DA REDAÇÃO 

Com a morte da deputada federal Amália Barros na madrugada deste domingo (12), o ex-deputado Nelson Barbudo deve assumir a vaga da parlamentar nos próximos dias.

Ele é o primeiro suplente do Partido Liberal, ou seja, é o primeiro na “lista de espera” para substituir os eleitos da sigla.

Amália morreu em consequência de complicações de uma cirurgia para a retirada de um nódulo benigno do pâncreas.

Barbudo ainda não se manifestou sobre a morte da correligionária, tampouco sobre a vaga que deve assumir.

“Estamos consternados e em profundo respeito à família e ao que aconteceu, ele não se manifestará agora”, disse Natália, filho de Barbudo, ao site CBN Cuiabá.

Em 2018, ele foi o deputado federal mais votado de Mato Grosso, com 126 mil votos.

Na época, ele estava filiado ao PSL,  mesmo partido pelo qual Jair Bolsonaro foi eleito presidente.

Em 2022, porém, assim como Bolsonaro, não conseguiu se reeleger.

Em sua primeira passagem pela Câmara, Barbudo relatou projetos considerados importantes pelos bolsonaristas, como os projetos que propunham regulamentar e ampliar a caça de animais no país e outro que proibia o uso da palavra carne em embalagens de alimentos que não são de origem animal.

Nenhuma das propostas chegou a ser aprovada e os projetos seguem em tramitação na Câmara.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se