segunda-feira, 27 de maio de 2024
InícioCidadesHomem confessa ter matado a namorada e alega que agiu por "ciúmes"
PRESO NA BAHIA

Homem confessa ter matado a namorada e alega que agiu por “ciúmes”

Rosângela Oliveira da Silva, de 49, foi encontrada morta dentro de casa, em Juscimeira, com uma faca cravada no pescoço

Claudemir Ferreira dos Santos, de 33 anos, confessou ter matado a namorada, Rosângela Oliveira da Silva, de 49, e alegou que cometeu o crime por “ciúmes”.

A vítima foi encontrada morta dentro de casa, em Juscimeira, com uma faca cravada no pescoço.

Claudemir foi preso em flagrante na quarta-feira (3), em um ônibus, no interior da Bahia.

Com ele, a polícia apreendeu um cartão bancário e o celular da vítima.

Durante o interrogatório na Delegacia da cidade de Ibotirama, no Vale do São Francisco, o criminoso disse ainda que matou a vítima após chegar na residência, na noite de segunda-feira, por volta das 20 horas.

Desde o registro do crime, na terça-feira (2), a Polícia Civil iniciou as diligências e reuniu informações que possibilitaram traçar um roteiro inicial dos passos do autor do crime para fugir de Mato Grosso.

Ele saiu com o veículo que o casal usava, em Juscimeira, e seguiu até Rondonópolis.

O carro, um Fiat Cronos, estava registrado em nome de Rosângela.

A equipe da Delegacia Especializada de Mulher de Rondonópolis descobriu que o criminoso pegou um táxi na cidade e seguiu até Jataí, no sudoeste de Goiás.

Com informações da inteligência das Polícias Civil e Militar goiana, a equipe de investigação de Mato Grosso apurou que ele embarcou de ônibus para Goiânia, de onde comprou uma passagem para cidade de Aracaju (SE), contudo, não embarcou.

A delegada de Juscimeira, Juliana Buzetti, detalhou que a passagem comprada para Sergipe foi uma tentativa de despistar as buscas policiais.

“Com apoio importante de informações das Polícias de Goiás e da Bahia, chegamos ao paradeiro dele, que embarcou em um ônibus para o interior baiano, com destino, provavelmente, à região onde nasceu”, explicou.

Com apoio da Polícia Militar de Goiás e da Bahia, foram apuradas outras informações que possibilitaram chegar à identificação do ônibus em que ele embarcou com destino à Bahia.

Feminicídio

A Polícia Militar foi chamada pelo filho da vítima, que informou não ter conseguido contato com a mãe. Preocupado, ele foi até a casa de Rosângela e percebeu que o vidro da porta da frente estava quebrado, quando acionou a Polícia.

Ao entrar no quintal da residência, os policiais avistaram pela janela um corpo caído no chão da cozinha. Os policiais quebraram o cadeado para entrar na casa e verificaram que a vítima já estava sem vida.

 

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se