sexta-feira, 19 de abril de 2024
InícioCidadesJuiz torna réus coronel do Exército e mais dois; prisões são mantidas
CASO ZAMPIERI

Juiz torna réus coronel do Exército e mais dois; prisões são mantidas

A decisão é assinada pelo juiz Wladymir Perri, da 12ª Vara Criminal de Cuiabá.

A Justiça acolheu denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) e tornou réus o coronel da reserva do Exército Etevaldo Luiz Caçadini de Vargas, o instrutor de tiro Hedilerson Martins Barbosa e o pedreiro Antônio Gomes da Silva por homicídio triplamente qualificado do advogado Roberto Zampieri, em Cuiabá.

A decisão é assinada pelo juiz Wladymir Perri, da 12ª Vara Criminal de Cuiabá.

O advogado foi assassinado a tiros em dezembro de 2023, no bairro Bosque da Saúde.

Caçadini é acusado de ter financiado o crime. Já Hedilerson é suspeito de ter intermediado o assassinato. Antônio é acusado de ser o executor.

Na mesma decisão, o magistrado também converteu para preventiva a prisão temporária do trio, citando a  “periculosidade” de cada um deles.

O juiz afirmou que que o homicídio a “tempo vinha sendo cogitado e preparado, sendo que cada um dos denunciados tinha uma tarefa específica”.

Para Wlademyr, “é até difícil descrever quem tem menor periculosidade, quem executa, ou intermedia , ou financia a execução”.

“Por tais considerações, decreto a prisão preventiva de Antônio Gomes da Silva, Etevaldo Luiz Caçadini de Vargas e Hedilerson Fialho Martins Barbosa, todos qualificados, e o faço com fucro nos. 311, 312 ( garantia da ordem pública ) e art. 313, inc. I, todos do Estatuto de Ritos. Por conseguinte, determino que se expeça o necessário mandado de prisões”, diz trecho da decisão

O crime

O assassinato ocorreu quando o advogado deixava o escritório Zampieri & Campos, do qual era sócio.

Uma câmera de segurança registrou o momento da execução.

Pelas imagens divulgadas na época é possível ver o momento em que o advogado entra em seu veículo, um Fiat Toro, e é surpreendido pelo assassino que passava a pé pela calçada.

Ele atirou várias vezes contra a vítima e depois fugiu.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se