sexta-feira, 19 de abril de 2024
InícioDestaque Principal"Preço da corrupção e da incompetência de Emanuel", critica Garcia
"CALOTE" DE R$ 165 MILHÕES

“Preço da corrupção e da incompetência de Emanuel”, critica Garcia

Prefeito deixou de repassar montante descontados dos salários dos servidores municipais à União

O secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Garcia (União), criticou a atitude do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), que admitiu ter dado calote nos servidores municipais e tenta parcelar uma dívida trabalhista de R$ 165 milhões junto a órgãos federais, por descontar e não repassar os valores de FGTS e INSS.

Emanuel enviou um projeto de Lei à Câmara de Vereadores para tentar parcelar a dívida em 60 vezes. O projeto foi apresentado na última semana e deve ser votado nos próximos dias.

“Esse é o preço que se paga pela corrupção e incompetência. É muito ruim para Cuiabá, ruim para os servidores, é uma desonestidade com todos. Sem dúvida nenhuma é a herança da corrupção e da incompetência da gestão do Emanuel Pinheiro”, disse o chefe da Casa Civil, em conversa com a imprensa, nesta quinta-feira (17.08).

Devido a essa dívida, o município não consegue certidões positivas para receber convênios ou emendas.

“Eu vejo uma prefeitura abandonada, tomada pela incompetência e pela corrupção e esse é um grande problema”, completou Garcia.

O não repasse dos valores ao INSS e FGTS é crime de apropriação indébita previdenciária, previsto no artigo 168-A do Código Penal. Se for condenado pelo crime, Emanuel pode pegar de 2 a 5 anos de prisão.

Nesta sexta-feira (18), o Ministério Público do Estado (MPE) abriu um inquérito civil contra Emanuel.

Segundo o MPE, a proposta equipara-se a operação de crédito e, portanto, está sujeita ao cumprimento das exigências dos artigos 15 e 16 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000), ou seja, o aumento de despesas deve ser acompanhado de estimativa do impacto orçamentário e financeiro no exercício em que deva entrar em vigor e nos dois subsequentes, o que não ocorre na proposta.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se