sábado, 20 de julho de 2024
InícioCidadesTrês estados fecham divisas com MT para capturar grupo que aterrorizou Confresa
CERCO AOS CRIMINOSOS

Três estados fecham divisas com MT para capturar grupo que aterrorizou Confresa

Segundo o governador mais de 100 policiais somente de Mato Grosso atuam na ação

As divisas de Mato Grosso com os estados do Tocantins, Pará e Goiás foram fechadas nesta segunda-feira (10), numa força-tarefa para capturar criminosos que atacaram um batalhão da Polícia Militar e invadiram uma empresa de transportes de valores em Confresa (1.160 km de Cuiabá).

A informação foi confirmada pelo secretário de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso, coronel César Roveri.

“Nós estamos com uma estratégia muito forte. Temos contatos com os secretários de Segurança Pública dos estados do Tocantins, do Pará e de Goiás para que fechemos as nossas fronteiras. Estamos com uma força de segurança do Centro-Oeste, não apenas do Estado de Mato Grosso, atuando fortemente na captura desses criminosos”, disse Roveri.

“O Estado do Tocantins disponibilizou uma base na região de divisa de fronteira de Mato Grosso. Também estão atuando com policiais em embarcações, aeronaves. Enfim, o aparato de segurança de Mato Grosso e dos nossos estados vizinhos estão muito fortes atuando em conjunto”, emendou o secretário.

O ataque foi registrado na tarde de domingo (9) e teve a participação de pelo menos 20 criminosos fortemente armados.

O grupo não conseguiu arrombar os cofres da empresa Brinks e fugiu em veículos blindados. Durante a ação, eles incendiaram caminhonetes e até um caminhão em uma estrada próxima a cidade, na tentativa de atrapalhar a atuação da polícia.

Na fuga, os bandidos chegaram a trocar tiros com equipes da Força Tática.

Em coletiva à imprensa na manhã desta segunda, o governador Mauro Mendes (União Brasil) classificou o ataque como uma “ação terrorista” e afirmou que pediu auxílio também ao ministro da Justiça, Flávio Dino, para capturar os bandidos.

Segundo o governador mais de 100 policiais somente de Mato Grosso atuam na ação. O efetivo conta ainda com apoio de aeronaves e embarcações.

Até o momento, ninguém foi preso.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se