sábado, 13 de abril de 2024
InícioPolítica“Secretários querem ter mais poder do que o próprio governador”

“Secretários querem ter mais poder do que o próprio governador”

Deputado concentrou críticas ao chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho

O deputado delegado Claudinei (PSL) teceu diversas críticas a postura de alguns secretários do Estado, especialmente o chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, a quem ele acusa de tratar de forma diferenciada alguns parlamentares.

O deputado chegou a citar que, em diversas situações, Carvalho e outros secretários – os quais ele não nominou – se portam como se tivessem “mais poder” que o próprio governador Mauro Mendes (DEM).

“A gente nota que esse secretário [Mauro Carvalho] e um ou outro querem ter poder maior que o próprio governador. Vejo até como uma falta de respeito e isso ocorre não só comigo, mas com outros colegas”, disse, em entrevista à Rádio CBN Cuiabá.

Claudinei afirmou, por exemplo, que, recentemente, fez uma convocação para que o chefe da Casa Civil esclarecesse algumas situações voltadas à segurança pública na Assembleia.

“Fizemos esse chamamento porque o chefe da Casa Civil, o governador não atendem nenhum dos sindicatos. A partir momento que não atende, não faz propostas, como deputado e representante da sociedade temos que fazer nossa parte”, justificou.

“Vamos aguardar e ver se ele irá comparecer no início de agosto. Caso contrário, vamos avaliar as providências, inclusive um possível crime de responsabilidade do secretário”.

Na visão de Claudinei, há uma distinção no tratamento dispensado pelo Executivo em relação a deputados de oposição e os situacionistas.

“Os secretários tem que respeitar e atender a todos, não importa se é base, oposição, independente. A gente nota que alguns secretários priorizam e atendem melhor os que são da base. Situação muito difícil e que prejudica a sociedade de Mato Grosso e as demandas”, concluiu.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se