segunda-feira, 22 de abril de 2024
InícioCidadesVereador defende penalização em caso de remédios vencidos: “É crime e dá...

Vereador defende penalização em caso de remédios vencidos: “É crime e dá cadeia”

Kássio Coelho é um dos membros da base do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), na Câmara

O vereador Kássio Coelho (Patriotas) defendeu a penalização dos responsáveis pelo desperdício de remédios vencidos no Centro de Distribuição de Medicamentos de Cuiabá (CDMIC).

Em entrevista ao Jornal da CBN Cuiabá, na manhã desta quarta-feira (2), o parlamentar apontou que o caso “é um crime e dá cadeia”.

Kássio Coelho é um dos membros da base do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), na Câmara e é suplente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga os milhares de remédios vencidos no CDMIC.

Conforme divulgado pela reportagem, a CPI foi instaurada após proposição de membros da base do prefeito. Por conta disso, parte da oposição acusou que a ação foi uma “manobra” dos apoiadores de Emanuel para controlarem a investigação.

Na base do prefeito na Câmara, Kássio Coelho disse que defende a CPI sobretudo para penalização dos responsáveis pelo desperdício de bens públicos.

“Quando um grupo ali colocou nosso nome para ser suplente, fomos para colaborar, para somar, para apurar os fatos, e penalizar quem fez essa barbaridade, disse o vereador.

“Isso é crime, isso dá cadeia. Eu não quero saber se é a empresa, se é funcionário, alguém tem que ser responsabilizado e devolver esse dinheiro aos cofres públicos”, acrescentou o parlamentar.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se