quinta-feira, 18 de abril de 2024
InícioCidadesPrefeitura de Cuiabá recua e adia retorno das aulas híbridas; novo decreto...

Prefeitura de Cuiabá recua e adia retorno das aulas híbridas; novo decreto será publicado

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), voltou atrás e adiou o retorno das aulas híbridas na Capital. À imprensa, na manhã desta quinta-feira (27), o gestor apontou que o ensino público no município seguirá de forma remota por conta da alta da Covid-19.

“Uma coisa é certa, as aulas híbridas na rede municipal de ensino não começam na próxima terça-feira, 1º de junho como estava previsto. Vamos continuar investindo nas atividades remotas e manter nossas crianças e profissionais da educação em segurança neste momento de nova alta no risco de contágio em Cuiabá”, disse o prefeito de Cuiabá.

De acordo com a prefeitura de Cuiabá, um novo decreto será reformulado e publicado até a segunda-feira (31).

Segundo levantamento da Secretaria Municipal de Educação, 86,75% dos 54.018 estudantes matriculados na rede pública municipal de Ensino de Cuiabá estão sendo atendidos por meio de ferramentas digitais e/ou através de atividades físicas.

De acordo com a secretária Educação, Edilene de Souza Machado, desde que as atividades presenciais na rede pública municipal foram suspensas, em março de 2020, os profissionais da Educação vem buscando alternativas para a continuidade do processo de ensino e aprendizagem, de forma remota, na modalidade ensino a distância, ou por meio de apostilas impressas.

Assim, foram criados grupos de WhatsApp, onde os estudantes recebem os conteúdos e os pais podem buscar orientações, além de outras plataformas digitais entre elas o @portaldaescolacuiabana no YouTube, no qual as aulas gravadas estão disponíveis.

Para os estudantes que têm dificuldades com sinal de internet, periodicamente são entregues apostilas e ainda os kits pedagógicos com material estruturado de programas específicos como o da Escola da Inteligência, de Alfabetização (ProAC) e de Melhoria da Proficiência (PROMP), além do kit de material escolar.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se