terça-feira, 28 de maio de 2024
InícioNotíciasDeputado critica “feriadão” e diz que medida pode estimular mais aglomerações

Deputado critica “feriadão” e diz que medida pode estimular mais aglomerações

O deputado estadual Faissal Calil (PV) criticou o “feriadão” proposto pelo Estado para frear o avanço da Covid-19 em Mato Grosso. Ao Jornal da CBN Cuiabá, na manhã desta terça-feira (23), o parlamentar apontou que a medida pode ser mal interpretada pela população e vista como um estímulo às aglomerações.

Conforme noticiado pela reportagem, o Estado anunciou na segunda-feira (22) que encaminharia projeto à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) no qual anteciparia feriados a partir desta semana. Caso aprovada, a medida valerá por dez dias, criando um “feriadão” em todo estado.

Ao comentar sobre o caso, o deputado afirmou que a ação pode surtir um efeito contrário, uma vez que o próprio termo adotado pela população sobre a medida.

“Eu tenho em mente que feriadão é festa, é horário de descansar, de chamar os amigos para fazer um churrasco. Meu medo é esse, é as pessoas simplesmente acharem que feriadão é festa e começarem a fazer aglomeração. Meu medo com essa palavra é nesse sentido”, afirmou Faissal.

Nesta manhã, o governador vai à Assembleia pessoalmente entregar o projeto que trata da antecipação dos feriados. A medida será votada pelos parlamentares, dos quais alguns já se mostraram contrários. Ao portal, Faissal disse que o “feriadão” deverá encontrar alguma resistência na Casa de Leis, mas que será aprovado.

“A primeira votação acho que deu 4 ou 5 votos contrários e eu fui um deles. Nessa votação de hoje, vai ter um pouco mais de rejeição na Assembleia, mas acredito que passe”, disse.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se