terça-feira, 16 de abril de 2024
InícioCidadesSecretário: mais de 500 famílias serão desapropriadas em obra do Contorno Leste

Secretário: mais de 500 famílias serão desapropriadas em obra do Contorno Leste

O vice-prefeito da Capital e secretário municipal de Obras, José Roberto Stopa, anunciou, em entrevista ao Jornal da CBN Cuiabá que mais de 500 famílias serão desapropriadas de suas residências para viabilização da obra do Contorno Leste.

Anunciada como uma das maiores obras da gestão, a construção da via atenderá a cerca de 250 mil pessoas ao longo de 55 bairros da Capital. Apesar das vantagens previstas, o gestor destacou que as desapropriações serão um contrapeso “dolorido” da obra.

À reportagem, Stopa apontou que as desapropriações poderão atrasar a data de início das obras.

“Nós estamos concluindo nesta próxima segunda-feira todo o levantamento que vai para a Procuradoria Geral do Município das desapropriações, que é a parte mais difícil e mais dolorida. Estamos falando de mais de 500 propriedades. Isso tem dois impactos”, disse o secretário.

“Primeiro, um impacto burocrático porque a gente não tem muito controle sobre as datas. Como eu disse o viaduto da Beira Rio, a gente não tem muito controle sobre isso. E do aspecto humano, porque é difícil chegar lá e dizer para 500 famílias que a partir da semana que vem eles saem ou a gente tira à força”, reiterou.

Ao tratar sobre o valor do ressarcimento das desapropriações, Stopa defendeu que os moradores só poderão receber o montante referente ao preço venal das propriedades.

“Embora necessário, é dolorido. É dolorido porque a indenização é baseada no valor venal, no valor que é pago no IPTU. Então, o município, a Procuradoria, não tem controle sobre isso. Às vezes, a propriedade sendo vendida por aí sai por R$ 200 mil, mas o valor venal é R$ 30 mil que é o que a lei determina”, finalizou.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se