segunda-feira, 22 de abril de 2024
InícioPolíticaServidores públicos que "furarem fila" de vacinação poderão ser exonerados

Servidores públicos que “furarem fila” de vacinação poderão ser exonerados

Os servidores públicos que furarem a fila de vacinação da Covid-19 poderão ser exonerados de suas funções. O apontamento foi feito pela secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, em entrevista ao Jornal da CBN Cuiabá.

De acordo com a gestora, no caso de fraude da vacinação cometido por servidores públicos, a ocorrência será tratada via Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD).

“Nós vamos abrir um PAD, que tem toda uma conduta e que pode levar a saída do serviço público, a exoneração. Assim também como multas e suspensão de vencimentos. Os demais casos vamos estar mandado para o Ministério Público”, apontou a secretária.

À reportagem, Ozenira Félix esclareceu que houveram muitas mudanças na formatação do grupo prioritário por parte do Ministério da Saúde, que ocasionaram na inclusão de profissionais da saúde que antes não eram tidos como prioridade na vacinação.

“Inicialmente, o Ministério da Saúde colocou o caso das pessoal que estava no enfrentamento à Covid e depois foi abrindo. Tanto que temos, por exemplo, o caso dos veterinários, que deu a maior confusão. Mas não somos nós quem escolhemos as categorias que vão ser vacinadas”, frisou a gestora.

Diante da alta demanda por resposta sobre a situação dos “fura-filas”, a secretária disponibilizou para a Câmara Municipal da Capital, ao Ministério Público do Estado e ao Tribunal de Contas do Estado link de acesso às listas de vacinados, a fim de que os órgãos de controle verifiquem suspeitas de fraudes.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se