quinta-feira, 18 de abril de 2024
InícioEsporte & CulturaSecretária diz que Cultura foi "oxigenada" com Lei Aldir Blanc e vê...

Secretária diz que Cultura foi “oxigenada” com Lei Aldir Blanc e vê alívio para o setor

Recém-nomeada secretária municipal de Cultura, Carlina Jacob apontou que a Lei Aldir Blanc tem oxigenado o setor cultural e permitiu possibilidade de alívio para muitos artistas em meio à crise financeira do segmento causada pela pandemia da Covid-19.

Ao Jornal da CBN Cuiabá, a produtora cultural apontou que a situação vivida por muitos artistas durante a pandemia tem sido sensível, uma vez que haveria casos de membros do segmento passando fome pela falta de trabalho.

Com o “socorro financeiro”, a secretária aponta que o setor cultural se viu novamente em movimento, ainda que, durante vários meses, diversos estabelecimentos abrigavam ações do segmento estiveram fechados por conta da pandemia.

“O que a gente sente do segmento é que deu uma oxigenada absurda. Está todo mundo muito feliz. De uma forma ou de outra, o presidente que sempre teve toda essa situação com a Cultura acabo ajudando como nunca o segmento cultural”, apontou Carlina Jacob.

“As empresas mal estão conseguindo cumprir suas obrigações. Então, a Lei Aldir Blanc veio em um momento em que a maioria já estava sem ar. Estamos vendo trabalhos lindos sendo produzido. Isso deu uma alavancada no segmento cultural”, acrescentou.

Pensada como uma medida emergencial, a Lei Aldir Blanc, nº 14.017 de junho de 2020, prevê R$ 3 milhões a serem distribuídos para estados, municípios e o Distrito Federal. O recurso é aproveitado por meio de projetos diversos formulados pelas secretarias de Cultura.

Com o auxílio, Mato Grosso recebeu o montante de R$ 52 milhões, sendo que deste total R$ 3,9 milhões somente para a Capital. Várzea Grande e Rondonópolis receberam R$ 1,5 milhão cada.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se