terça-feira, 16 de julho de 2024
InícioDestaque PrincipalMendes reúne cúpula da Segurança e diz que morte de sargento não...
"ORDEM É PRENDER"

Mendes reúne cúpula da Segurança e diz que morte de sargento não ficará impune

O policial foi baleado na tarde desta terça-feira (28) em frente a UPA da Morada do Ouro

THAIZA ASSUNÇÃO – DA REDAÇÃO 

O governador Mauro Mendes (União) se reuniu na manhã desta quarta-feira (29) com a cúpula da Segurança Pública de Mato Grosso para alinhar estratégias de buscas aos autores do assassinato do sargento Odenil Alves Pedroso.

O policial foi baleado na tarde desta terça-feira (28) em frente a UPA da Morada do Ouro, em Cuiabá. Odenil foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Municipal da Capital.

“Acabei de fazer uma reunião com as nossas forças de Segurança para tratar das providências quanto ao assassinato do sargento Odenil Pedroso. A ordem é investigar, identificar e prender! Esse ato não ficará impune!”, escreveu o governador em suas redes sociais.

Estavam presentes na reunião o secretário de Estado de Segurança Pública César Roveri, a diretora da Polícia Civil Daniela Maidel, o comandante-geral da Polícia Militar Alexandre Mendes, e o coronel José Nildo Silva de Oliveira, subchefe de Estado Maior-Geral da instituição.

Veja a publicação: 

O crime

O militar prestava serviço na UPA e foi atingido quando estava comendo em uma lanchonete em frente à unidade de saúde. Um homem – ainda não identificado – passou em uma motocicleta e atirou contra a vítima.

Na fuga, ele ainda levou a arma do sargento.

Informações preliminares e que estão sendo apuradas apontam que o crime teria sido uma represália à morte do traficante Micael Oliveira Medeiros, conhecido como “Satã”.

O traficante seria membro de uma facção criminosa e foi morto em um confronto com a PM na noite de domingo (26), no bairro Jardim Vitória, na Capital.

Odenil era lotado no 3º Batalhão da Polícia Militar em Cuiabá.

Ele era natural de Rosário Oeste (104 km de Cuiabá) e ingressou na corporação em 1998.

 

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se