sábado, 13 de abril de 2024
InícioCidadesJuiz cita "crime chocante" e nega revogar prisão de suspeito; quatro estão...
ASSALTO NA HAVAN

Juiz cita “crime chocante” e nega revogar prisão de suspeito; quatro estão foragidos

Os criminosos levaram cerca de R$ 30 mil do cofre da empresa, com ajuda de explosivos

THAIZA ASSUNÇÃO – DA REDAÇÃO 

O juiz Tiago Souza Nogueira de Abreu, do plantão criminal de Várzea Grande, negou revogar a prisão de Alex Pinto da Silva, suspeito de participar do assalto à loja Havan, neste fim de semana. Na decisão, publicada nesta segunda-feira (1), o magistrado citou que o crime “chocou a comunidade local”.

O assalto ocorreu na madrugada de sábado (30). Os criminosos levaram cerca de R$ 30 mil do cofre da empresa, com ajuda de explosivos. Quatro suspeitos seguem foragidos.

De acordo com a Polícia Civil, Alex foi o responsável por dirigir o veículo usado pelo grupo para chegar e fugir da loja. O carro foi roubado no dia anterior. Ele foi preso em flagrante e teve prisão preventiva decretada durante audiência de custódia.

No pedido de revogação, a defesa alegou que a prisão preventiva era “exagerada e injusta”, uma vez que ele “não oferece risco à garantia da ordem pública ou da ordem econômica, à conveniência da instrução criminal ou à segurança da aplicação da lei penal”.

Na decisão, o magistrado  afirmou que a decisão que decretou a prisão preventiva foi “fundamentada e lógica”, visando a garantia da ordem pública e não “de maneira exagerada e injusta”.

“Aliás, importante asseverar, que os crimes supostamente cometidos, choca a comunidade local, causando a repercussão social reclamada, razão pela qual exagerada e injusta não foi a decisão judicial, mas sim o desproporcional é o ato delituoso praticado”, afirmou.

“Dessa forma, não havendo qualquer fato novo posterior à r. decisão de ID. 148968036 que indique a necessidade de sua revogação, a sua manutenção é medida que se impõe, posto ser questão já decidida. Ante o exposto, indefiro tanto o pedido de revogação da prisão preventiva decretada em desfavor de Alex Pinto da Silva”, decidiu.

O assalto

Câmeras de segurança da loja registraram parte da ação dos bandidos.

Em um dos vídeos é possível ver o momento que o grupo chega no local fortemente armados e usando máscaras.

Outro vídeo mostra o momento em que os explosivos derrubam a parede, formando uma cortina de poeira.

Veja: 

 

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se