terça-feira, 25 de junho de 2024
InícioDestaque PrincipalJustiça aceita pedido de recuperação judicial do Mixto por dívidas de R$...
CRISE FINANCEIRA

Justiça aceita pedido de recuperação judicial do Mixto por dívidas de R$ 1,3 milhão

A decisão é assinada pela juíza Anglizey Solivan de Oliveira, da 1ª Vara Cível de Cuiabá

THAIZA ASSUNÇÃO – DA REDAÇÃO

A juíza Anglizey Solivan de Oliveira, da 1ª Vara Cível de Cuiabá, aceitou o pedido de recuperação judicial do Mixto Esporte Clube por dívidas de R$ 1,3 milhão.

A decisão foi publicada nesta terça-feira (19).

No pedido, o clube citou que vive uma crise econômica financeira desde 1999 e culpou os antigos gestores pelo déficit.

Acrescentou que as contas do time estão bloqueadas por decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 23ª Região, bem como que há programação para futuras retenções de montantes, especialmente do denominado “Timemania”.

Alegou que em julho chegou a fazer um acordo nas ações trabalhistas que tramitam no TRT, no entanto, seu cenário econômico não prosperou.

“O Mixto vai poder se reorganizar economicamente através dessa recuperação judicial. Com base na nova lei da SAF houve a possibilidade de clubes de futebol se valerem desse recurso. Sou torcedor do Mixto desde pequeno e é uma grande satisfação poder contribuir para a reestruturação do clube”, afirmou João Tito, que assinou o pedido.

Na decisão, a magistrada entendeu que o clube tem a capacidade de manter suas atividades e promover a negociação dos débitos com os credores.

Ela determinou a suspensão do bloqueio de receitas, de contas e expropriação de bens em valores do clube por conta ações judiciais.

O prazo da suspensão vale por 180 dias e pode ser prorrogado pelo mesmo período.

O clube, porém, têm alguns deveres e prazos a serem cumpridos.

Como apresentar em 60 dias um plano para se estruturar financeiramente e quitar os débitos com os credores.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se