sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024
InícioDestaque PrincipalKalil admite transtorno com obras, mas defende BRT: "Transporte digno à sociedade"
MUDANÇAS NA AVENIDA DA FEB

Kalil admite transtorno com obras, mas defende BRT: “Transporte digno à sociedade”

As obras do BRT começaram na Avenida da FEB, onde está sendo executada a concretagem das pistas por onde passarão os ônibus

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB), admitiu transtornos à população em razão das obras de implantação do BRT na cidade, mas saiu em defesa do modal.

“A gente vê que a construção gera transtornos, toda obra gera transtornos e a sociedade fica incomodada. Mas é de fundamental importância, haja vista que Várzea Grande sofreu ao longo dos anos com essa cicatriz no meio da cidade”, disse o prefeito.

As obras do BRT começaram na Avenida da FEB, onde está sendo executada a concretagem das pistas por onde passarão os ônibus.

A previsão é de que até o fim deste ano este serviço seja finalizado. A avenida continuará com duas pistas disponíveis para os veículos, além da pista de concreto para o BRT.

Com o avanço das obras, o próximo passo é realizar as intervenções necessárias nas Avenidas Couto Magalhães e Filinto Müller, que também receberão o novo modal.

Nas duas avenidas, serão executados serviços de drenagem, de forma a acabar com os alagamentos locais, além da implantação da pista de concreto. O objetivo do Governo do Estado é realizar as obras antes do período do natal, para não prejudicar o comércio local. Outra medida tomada será a não interdição das ruas, realizando a obra de forma segmentada.

Segundo Kalil, o BRT será importante para oferecer um transporte digno e de qualidade para a população da região metropolitana.

“Esse modal vem para atender Cuiabá e Várzea Grande. Hoje nós temos até mais de um milhão de habitantes nessas duas cidades, e que precisam de uma alternativa, porque os ônibus já não são suficientes”, afirmou.

Execução

Diferente do Veículo Leve sobre Trilhos, que encerrava sua operação em frente ao aeroporto, o BRT vai acessar a Avenida Couto Magalhães e a Travessa Maracajú, até chegar ao Terminal André Maggi.

De lá, os ônibus retornarão pela Avenida Filinto Müller, até chegar à Avenida da FEB, novamente.

A decisão de fazer o BRT entrar no centro de Várzea Grande foi tomada em conjunto com a prefeitura, com o objetivo de melhor atender os usuários do transporte público.

Pesquisas de Origem e Destino realizadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) mostram que o Aeroporto Marechal Rondon não é um ponto onde a população inicia ou encerra suas viagens. O interesse é, justamente, acessar o centro da cidade, onde já está o Terminal André Maggi, que será completamente reformado.

A alteração na rota do BRT, assim como todo o projeto, foi apresentada em duas audiências públicas realizadas em setembro de 2021. Os documentos estão disponíveis desde então, no site da Sinfra-MT. As mudanças já estavam, inclusive, nos projetos licitados em 2022.

Da mesma forma, em Cuiabá o BRT irá subir a Avenida Getúlio Vargas, contornar a praça 8 de Abril e retornar pela Avenida Isaac Póvoas, com o mesmo objetivo de garantir que os passageiros possam acessar o centro da cidade.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se