quarta-feira, 22 de setembro de 2021
Início Esporte & Cultura Fase ofensiva do Cuiabá o leva aos dez melhores ataques da Série...

Fase ofensiva do Cuiabá o leva aos dez melhores ataques da Série A

O Dourado marcou oito gols nas últimas quatro partidas, desempenho que ajudou a equipe a saltar para a 15ª posição

Nesta semana, o Cuiabá venceu o primeiro jogo na Arena Pantanal pela Série A do Campeonato Brasileiro. O Dourado voltou a triunfar como mandante após mais de dois meses, quando bateu o Ação, pela semifinal do Mato-grossense.

Além da vitória, que tirou o time da zona de rebaixamento, o Auriverde celebra a boa fase ofensiva da equipe, que balançou as redes adversárias nas últimas quatro rodadas.

Jorginho assumiu o comando técnico na partida contra o Red Bull Bragantino, então líder da competição. De lá pra cá, o time empatou dois jogos e venceu outros dois, representando um aproveitamento de 66,6% dos pontos possíveis.

Além disso, foram marcados oito gols sob o comando do novo treinador, uma média de dois tentos por jogo, algo que o Dourado conseguiu apenas no Estadual nesta temporada.

Após a derrota para o Atlético Mineiro, na nona rodada, o Cuiabá vivia um jejum de três duelos sem fazer gols, sofrendo com um dos ataques menos eficientes do Brasileirão. Jorginho assumiu o time no jogo seguinte, com a proposta de construir uma equipe equilibrada, que tivesse mais presença na área do oponente e que soubesse jogar com e sem a bola.

Depois de quatro partidas, o Dourado já se coloca entre os dez melhores ataques do campeonato, com doze gols marcados e um jogo a menos do que grande parte dos adversários.

O treinador chegou ao Cuiabá destacando que o modelo de jogo teria ultrapassagens pelas laterais do gramado, mobilidade no setor ofensivo, uma defesa sólida e superioridade numérica no ataque.

Contra o Atlético-GO, por exemplo, o primeiro gol do Dourado é marcado após muita insistência, com quatro jogadores dentro da área do Dragão e o meia Pepê vindo de trás. Ou seja, metade da equipe estava próxima ao gol do oponente, correspondendo à expectativa do técnico.

Além de um grupo organizado taticamente, que vem entregando aquilo que é pedido pela comissão técnica, o Cuiabá ainda conta com dois artilheiros no comando de ataque. Dos doze gols marcados até agora, Elton e Jenison são responsáveis por oito deles. A dupla se destacou na Série B da temporada passada, sendo os atletas com mais participações em tentos na campanha que conquistou o acesso à elite. Agora, na primeira divisão nacional, ambos mostram que podem ser peças fundamentais para a permanência na Série A.

Sobre os centroavantes, Jorginho já pontuou que os dois podem atuar juntos, já que apresentam características distintas. Jenison se sobressai pela mobilidade, imposição física e grande capacidade de finalização. Já o experiente Elton é uma referência ofensiva, com bom posicionamento dentro da área e ajudando a equipe com apoios e pivôs para dar sequência às jogadas.

Em quatro partidas, o Dourado evoluiu de um time organizado taticamente, mas que encontrava dificuldade para finalizar, para uma equipe efetiva ofensivamente, que sabe o que executar quando tem a bola nos pés.

O desafio seguinte do Cuiabá pelo Brasileirão é mais um confronto direto na tabela de classificação. O Auriverde recebe o Corinthians na próxima rodada, nesta segunda-feira (26), a partir das 19h (horário local). Caso a equipe mato-grossense vença o duelo, ultrapassa o Alvinegro, podendo assumir a 12ª colocação.

Gabriel Barros Do Olhar Esportivo

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -

Siga-nos nas redes sociais

31Mil FãsCurtir
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se