sexta-feira, 21 de janeiro de 2022
Início Política Deputado diz que parlamentares politizaram vacinação contra a Covid: “Tentam confrontar o...
PASSAPORTE DA VACINA NA AL

Deputado diz que parlamentares politizaram vacinação contra a Covid: “Tentam confrontar o STF”

Crítico à postura da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o tucano afirmou que a discussão foi um “desperdício de energia”

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) criticou parte de seus colegas de Parlamento por terem politizado a discussão em torno da vacinação contra a Covid-19 em Mato Grosso.

Em entrevista ao Jornal da CBN Cuiabá desta quinta-feira (13), o parlamentar afirmou que os colegas de Casa tentam legislar de forma a afrontar uma decisão já estabelecida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Conforme noticiado pela reportagem, os deputados votaram contra, em primeira apreciação, a obrigatoriedade do comprovante de imunização para circulação da população, popularmente conhecido como “passaporte da vacina”.

Crítico à postura da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o tucano afirmou que a discussão foi um “desperdício de energia” na primeira votação e que seguirá sendo uma pauta desnecessária quando passar pela segunda apreciação.

“E vai perder mais [tempo], porque o projeto vai voltar em segunda votação. É a ciência. Não adianta enfrentar a ciência porque vai quebrar a cara. Se hoje nós não temos mais a poliomielite no país é porque a vacina erradicou”, disparou Wilson.

“Não admito que falem bobagens. Desses que falam bobagens, já tomaram um monte de vacinas desde criança. Já tomaram para coqueluche, sarampo, catapora e hoje falam contra. É um absurdo, uma bobagem. Ideologizaram essa coisa”, acrescentou.

Durante a entrevista, o deputado afirmou que o governador Mauro Mendes (DEM) irá vetar a norma que desobriga o passaporte da vacinação e apontou ainda que há uma decisão do STF que desbanca a decisão da Casa de Leis.

“O STJ não tem condições de derrubar, nem o Tribunal de Justiça Federal, nem os Tribunais de Justiça Estaduais, nem desembargador e nem ninguém. E, aqui, parlamentares da Assembleia tentando fazer uma lei para confrontar uma decisão tomada, líquida e certa do Supremo Tribunal Federal”, ponderou.

Veja a entrevista na íntegra AQUI.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -

Siga-nos nas redes sociais

31Mil FãsCurtir
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se