sexta-feira, 19 de abril de 2024
InícioCidadesPolícia desarticula grupo criminoso que atuava como vigilante sem autorização da PF
VEJA VÍDEO

Polícia desarticula grupo criminoso que atuava como vigilante sem autorização da PF

Ao todo, são duas ordens de busca e apreensão cumpridas em Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade

A Polícia Federal dearticulou um grupo criminoso que atuava no setor de vigilância privada sem autorização. Por meio da Operação Pávla, os agentes cumpriram mandados de busca e apreensão na manhã desta quarta-feira (16).

Ao todo, são duas ordens de busca e apreensão cumpridas em Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade.

Durante a investigação, foi constatado que o grupo contratado para prestação de serviços de segurança privada não possuía autorização da Polícia Federal para desempenhar as atividades.

As pessoas trabalhavam na ilegalidade sem possuir a habilitação devida para o exercício da profissão de vigilante.

Os investigados anunciavam serviços de segurança tática, inclusive com postagens em mídias sociais portando armas de fogo, no entanto, nenhuma delas possuía o registro de porte de arma de fogo vigente.

O monopólio do uso da força pertence ao Estado e a quem por ele autorizado, sendo que apenas empresas autorizadas pela Polícia Federal podem exercer atividades de segurança privada definidas na Lei nº 7.102/1983, ainda que sem utilização de armas de fogo.

A Polícia Federal alerta para o risco na contratação de serviços de segurança privada clandestina, visto que além de não ter profissionais qualificados na prestação dos serviços, aumenta-se consideravelmente o risco de ocorrência de ações criminosas e a responsabilização criminal dos contratantes deste tipo de serviço.

Veja vídeo:

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -spot_img

Siga-nos nas redes sociais

31FãsCurtida
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se