sexta-feira, 25 de junho de 2021
Início Política Após denúncia de remédios vencidos, vereador diz que secretária é “vítima de...

Após denúncia de remédios vencidos, vereador diz que secretária é “vítima de sistema corrupto”

O vereador disse que havia caixa com 10 medicamentos na qual cada unidade custa R$ 20 mil

Após denunciar centenas de caixas de medicamentos vencidos no Centro de Distribuição de Medicamentos (CDMIC), o vereador de Cuiabá Diego Guimarães (Cidadania) afirmou que a secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, é “vítima de sistema corrupto” existente na gestão da prefeitura de Cuiabá.

Em entrevista ao Jornal da CBN Cuiabá, na manhã desta segunda-feira (26), o vereador detalhou o cenário encontrado no Centro de Distribuição, apontando que havia, por exemplo, caixa com 10 medicamentos na qual cada unidade custa em torno de R$ 20 mil.

Ao falar sobre o episódio, Diego Guimarães chegou a citar “boa vontade” por parte da secretária de Saúde do município. Para o parlamentar, Ozenira é “mal orientada”.

“Eu não estou aqui de maneira culpando a secretária Ozenira, acho até que ela está se esforçando para fazer um bom trabalho. Percebo nela boa vontade, mas creio que ela está sendo vítima desse sistema de má gestão/corrupto que existe na gestão Emanuel Pinheiro. É um sistema que é pernicioso para o cidadão”, afirmou o vereador.

Após a denúncia, a secretária se manifestou a respeito da situação e admitiu que tinha conhecimento dos medicamentos. Contudo, em vídeo, Ozenira apontou que Diego e os outros vereadores que participaram da ação “invadiram” o Centro, “ofenderam servidores” e agiram “de forma sensacionalista”.

Em resposta, Diego Guimarães disse que ele e seus colegas de Parlamentos apenas exerceram seu dever fiscalizador e reiterou que não ofendeu a nenhum dos presentes no local.

“Ao invés de ela falar que fomos sensacionalistas, nós cumprimos nossa missão. Nossa missão é fiscalizar, nosso dever. Fomos eleitos para isso. É triste, ela deveria era explicar o porquê aqueles medicamentos estavam vencidos”, afirmou o vereador.

“A prefeitura fala que nós invadimos e já adianto, estou aqui até publicamente mandando um recado. Se houve qualquer boletim de ocorrência registrado por servidor da prefeitura dizendo que invadimos eu irei processá-los por denunciação caluniosa, porque eles estão mentindo”, acrescentou.

Por fim, o parlamentar apontou ainda que o cenário encontrado no espaço pode indicar um esquema maior de corrupção, atrelado à compra de medicamentos próximos da data de vencimento de forma mais barata. Após a denúncia, o caso é acompanhado pela Polícia Civil.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -

Siga-nos nas redes sociais

31Mil FãsCurtir
250SeguidoresSeguir