sexta-feira, 25 de junho de 2021
Início Política Vereador alerta sobre uso de CPI dos remédios vencidos como “pirotecnia” política

Vereador alerta sobre uso de CPI dos remédios vencidos como “pirotecnia” política

Sem citar nomes de outros vereadores, o parlamentar afirmou que os mandatos não devem ser focados em tragédias

O vereador por Cuiabá Rodrigo Arruda e Sá (Cidadania) alertou sobre a possibilidade de a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga os remédios vencidos do Centro de Distribuição de Medicamentos de Cuiabá (CDMIC) se tornar palco de uma “pirotecnia” política.

Em entrevista ao Jornal da CBN Cuiabá, na manhã desta quarta-feira (9), o vereador afirmou defender a CPI e disse acreditar que as investigações alcançarão o resultado esperado. Contudo, levantou o alerta sobre um eventual desvio de foco da Comissão.

Sem citar nomes de outros vereadores, o parlamentar afirmou que os mandatos não devem ser focados em tragédias, uma vez que a vereança deve ser cumprida para suprir as demandas da população.

“Estou muito atento com isso, mas também muito preocupado com isso não se tornar uma pirotecnia. Não desviar o foco de coisas que são importantes para o cidadão. Acho que agora é a hora de termos a CPI dos Medicamentos e ter os órgãos controladores já em cima fiscalizando”, disse o vereador.

“Não só a gente fiscalizar, mas também não focar nosso mandato só em cima disso, só em cima de tragédias. Foi apurado, houve a denúncia e agora devemos voltar nosso foco para realmente nosso mandato”, acrescentou.

Além da Comissão na Câmara Municipal, a denúncia dos medicamentos vencidos no CDMIC também se tornou alvo de investigação da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor), Ministério Público de Contas (MPC) e Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -

Siga-nos nas redes sociais

31Mil FãsCurtir
250SeguidoresSeguir