segunda-feira, 29 de novembro de 2021
Início Política Secretário cita pessoas “vulneráveis”, mas diz que liberação de festas cabe a...
RÉVEILLON E PANDEMIA

Secretário cita pessoas “vulneráveis”, mas diz que liberação de festas cabe a prefeitos

Ele observou que MT não chegou a 90% de imunização contra a Covid-19 – com duas doses

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, demonstrou não concordar com a realização de grandes eventos e celebrações em alusão à virada do ano, nos municípios de Mato Grosso.

Ele observou que o Estado ainda não chegou a 90% de imunização contra a Covid-19 – com duas doses – do público vacinável no momento.

De todo modo, afirmou que a decisão pela realização das festas ou não, cabe aos gestores municipais.

“Os prefeitos têm autonomia para tomar decisões em seus territórios e responder por elas. Enquanto secretário de Estado, faço a orientação macro. Hoje, só há um decreto estadual e que é relativo ao uso de máscara”, disse.

“As demais decisões, cada município toma à luz dos dados epidemiológicos que têm da pandemia em seu território. Não temos cobertura vacinal de 90% da população com duas doses e isso nos deixa vulnerável. Quanto mais evento promover com aglomeração, corre risco de aumentarmos as infecções”, emendou.

Cancelamentos

Nesta semana, por exemplo, a prefeitura de Guiratinga oficializou a decisão de não mais realizar a tradicional festa de Réveillon, sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Cultura.

Segundo a prefeitura, a medida levou em consideração justamente o fato de boa parcela da população ainda não ter completado o esquema vacinal.

Para a comissão que analisa os números da pandemia na cidade, mesmo com a campanha de vacinação em estágio avançado, o momento é de cautela frente aos relatos de outras localidades.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -

Siga-nos nas redes sociais

31Mil FãsCurtir
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se