sexta-feira, 25 de junho de 2021
Início Cidades Preso de 50 anos morre de Covid e sobe para 5 número...

Preso de 50 anos morre de Covid e sobe para 5 número de detentos vítimas da doença

Informações da Sesp apontam que o preso ficou 12 dias internados antes de morrer

Um homem de 50 anos de idade, que estava preso na Penitenciária Major PM Eldo Sá Corrêa, popularmente conhecida como Mata Grande, em Rondonópolis, morreu vítima da Covid-19 na segunda-feira (7).

Com a morte do reeducando, sobe para 5 o número de óbitos de detentos em Mato Grosso ocasionados por conta da doença. Informações repassadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) apontam que a última vítima ficou 12 dias internados antes de morrer.

Antes deste óbito, o vírus levou a morte de dois presos na Cadeia Pública de Alta Floresta, um na Penitenciária de Ferrugem (Sinop) e um na Penitenciária Central do Estado (PCE).

Atualmente, no universo de 11.350 presos, 78 estão com Covid-19 em 13 das 48 unidades penais de Mato Grosso, o que representa 27% do total.

A Penitenciária da Mata Grande é a que tem o maior número de casos positivos, 34 ao todo. Treze presos que estavam com Covid-19 na semana passada já se curaram da doença. Na semana passada, havia 47 reeducandos em Rondonópolis isolados com o vírus.

Foram confirmados 2.913 casos de Covid-19 entre os recuperandos de Mato Grosso desde março de 2020 até nesta terça-feira (08.06), e dentre este universo, 2.830 foram curados, 78 estão ativos e 5 morreram. Há 19 casos suspeitos e 8.628 testaram negativo para a doença.

A Administração Penitenciária divulga diariamente o Boletim sobre Coronavírus e os dados são atualizados todos os dias no fim da tarde.

Mata Grande

A Sesp-MT ressalta que desde o início da pandemia, em março de 2020, as medidas de prevenção ao vírus foram implementadas nas unidades penais, o que resultou em apenas este caso grave até o momento na Mata Grande.

A administração da unidade penal também realiza a desinfecção das alas com álcool 70% e água sanitária, e entrega kits de máscaras aos reeducandos semanalmente. A unidade recebeu ainda dos familiares dos recuperandos 1.600 frascos de vitaminas C, D e Zinco para aumentar a imunidade dos privados de liberdade.

A Secretaria reforça ainda que todas as pessoas que entram nas unidades penais de Mato Grosso passam por triagem e quarentena, ao longo da qual fazem testes de Covid-19.

Os recuperandos da Mata Grande acima de 60 anos de idade já receberam a primeira dose da vacina, assim como aqueles acima de 18 anos com comorbidade. Cerca de 150 doses são aplicadas por dia e a intenção é finalizar a primeira dose em todos os reeducandos até o final de semana.

A Secretaria reforça ainda que todas as pessoas que entram nas unidades penais de Mato Grosso passam por triagem e quarentena, ao longo da qual fazem testes de Covid-19.

Os recuperandos da Mata Grande acima de 60 anos de idade já receberam a primeira dose da vacina, assim como aqueles acima de 18 anos com comorbidade. Cerca de 150 doses são aplicadas por dia e a intenção é finalizar a primeira dose em todos os reeducandos até o final de semana.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -

Siga-nos nas redes sociais

31Mil FãsCurtir
250SeguidoresSeguir