sexta-feira, 21 de janeiro de 2022
Início Política PJC rebate Emanuel e diz que instituição é séria e não aceita...

PJC rebate Emanuel e diz que instituição é séria e não aceita interferência

"Denúncia merece ser averiguada e investigação compete à Corregedoria"

O delegado-geral da Polícia Civil, Mario Dermeval, rebateu críticas do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), dando conta de suposto uso político da Delegacia de Combate à Corrupção (Deccor).

O prefeito chegou a protocolar uma denúncia na corregedoria da PJC, sob a alegação de que a Deccor estaria atuando de modo a atrapalhar sua gestão na Capital.

“Desconheço o conteúdo das denúncias. Sei que houve um protocolo em nossa corregedoria, que é um órgão super sério, íntegro e independente. A corregedoria está mais do que preparada para apurar as denúncias arroladas pelo chefe do Executivo. Nem m manifesto a respeito porque não tenho nem conhecimento desses fatos”, disse Dermeval, em entrevista à Rádio CBN Cuiabá.

“O que posso dizer é que a PJC é uma instituição séria. Não há nenhum tipo de interferência e nem aceitaríamos nenhum tipo de interferência de qualquer Poder, inclusive do Executivo em relação a nossos trabalhos”, emendou.

O chefe da PJC afirmou também que, embora ainda não tenha autonomia gerencial plena, a instituição tem autonomia administrativa para tonar decisões e investigar aquilo que o interesse público clamar que ela investigue.

“Os fatos tem que ser apurados, o conteúdo da denúncia merece ser averiguado e compete à Corregedoria fazer essa apuração, elencando os elementos de veracidade ou não procedência”, concluiu o delegado.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -

Siga-nos nas redes sociais

31Mil FãsCurtir
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se