quarta-feira, 22 de setembro de 2021
Início Cidades Pescuma investe nas mídias digitais diante da pandemia; “quem não acompanhar vai...

Pescuma investe nas mídias digitais diante da pandemia; “quem não acompanhar vai ficar para trás”

O cantor e apresentador Pescuma, que faz trio com Henrique e Claudinho, afirmou que a pandemia da Covid-19 trouxe um novo cenário para o setor cultural. Para o artista, as redes sociais são a “saída” para as restrições enfrentadas pelo segmento diante da crise sanitária.

Ao Jornal da CBN Cuiabá, na manhã desta sexta-feira (7), o músico apontou que chegou a ficar 6 meses em isolamento devido à pandemia. Neste período, precisou se reinventar e transferiu seu escritório para a própria casa, onde executou seus projetos via home office.

Para Pescuma, o momento exige restrições, mas a classe artística tem que se reinventar. “Acho que a gente tem que se reinventar toda hora, não é todo dia, é toda hora. Nosso produto é o entretenimento, que leva emoção. A gente deve aceitar o momento que está aí, mas não sem articular”, disse.

“Tenho meu home office e é nele que eu trabalho. Acho que [rotina] vai mudar. A tecnologia tem que ser usada a nosso favor. Hoje, você vende show no celular e tem como mandar todas as suas mídias por lá. Acho que esse é o caminho. Acredito que vai ter mudanças e quem não acompanhar vai ficar para trás”, acrescentou.

O setor cultural foi um dos segmentos mais afetados diretamente pela pandemia, sobretudo por conta da suspensão de eventos e fechamento, ainda que temporário, de casas de festa.

Diante da situação, a movimentação econômica do setor foi desacelerada, o que provocou, inclusive, falência em massa de diversas empresas ligadas ao segmento de eventos.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -

Siga-nos nas redes sociais

31Mil FãsCurtir
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se