terça-feira, 18 de maio de 2021
Início Cidades Governo amplia por dois meses pagamento de auxílio de R$ 150

Governo amplia por dois meses pagamento de auxílio de R$ 150

Anúncio foi feito no sábado (01) durante entrega do benefício para famílias carentes de Várzea Grande

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, anunciou no sábado (1) a ampliação da duração do Ser Família Emergencial para cinco meses.

O anúncio foi feito durante a entrega dos cartões do auxílio para famílias de Várzea Grande, que contou com a presença da primeira-dama Virginia Mendes.

“Minha esposa é incansável na luta por dar melhores condições às famílias de nosso Estado. Esse benefício foi um pedido dela que atendi de imediato, pois me mostrou a grande necessidade de atender às milhares de famílias carentes que estão passando por muitas dificuldades por conta da pandemia”, afirmou o governador.

A ampliação do tempo de duração da transferência de renda do Ser Família Emergencial foi possível após parceria firmada com o senador Jayme Campos.

Inicialmente, foram investidos R$ 45 milhões, sendo R$ 35 milhões do Governo e R$ 10 milhões da Assembleia Legislativa, pelo período de três meses.

Com a parceria, serão mais R$ 15 milhões em recursos próprios do Estado e outros R$ 15 milhões de emenda parlamentar destinada pelo senador.

Com o valor de R$ 30 milhões a mais, as famílias beneficiadas receberão o auxílio emergencial por mais dois meses, totalizando cinco meses de transferência de renda.

“Dessa forma, beneficiaremos as famílias contempladas pelo Ser Família Emergencial por mais tempo, garantindo a segurança alimentar a essas pessoas que mais passam necessidades”, pontuou o governador.

Em Várzea Grande, o benefício irá atender mais de 14 mil famílias, com o valor de R$ 150 reais, que será creditado no cartão a partir do dia 8 de maio.

Os beneficiados poderão adquirir exclusivamente alimentos, sendo proibida a aquisição de bebidas alcoólicas, produtos a base de tabaco, cosméticos e combustíveis.

Acesso ao benefício

O auxílio vai atender famílias de baixa renda que passam dificuldades por conta da pandemia da Covid-19, que recebem até R$ 70 per capita/mês, inscritas no Cadastro Único das Políticas Sociais Brasileiras do Ministério da Cidadania (CadÚnico).

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) disponibilizou canais de atendimento para informação sobre o programa Ser Família Emergencial. Para saber se têm direito ao auxílio, o interessado pode acessar o site da Setasc, pelo endereço eletrônico www.setasc.mt.gov.br, clicar no banner com o nome do programa e digitar o CPF.

Também foram disponibilizados telefones de contato para o usuário que não tiver acesso a internet: (65) 3613 5774 / 5746 / 5732 / 5711 / 5723 e 5712.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -

Siga-nos nas redes sociais

31Mil FãsCurtir
250SeguidoresSeguir