sexta-feira, 25 de junho de 2021
Início Política Emanuel admite disputar o Governo e diz que Mendes faz gestão “isolada”

Emanuel admite disputar o Governo e diz que Mendes faz gestão “isolada”

Prefeito da Capital disse que Governo “não mostrou a que veio”.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) admitiu, na noite da última segunda-feira (10), que poderá disputar o Governo do Estado na eleição do próximo ano.

Uma eventual volta às urnas, poderá colocá-lo frente a frente com o seu principal desafeto, o governador Mauro Mendes (DEM), que deve sair à reeleição.

A sinalização por parte do Emanuel foi feita após ele ser questionado sobre o assunto por jornalistas que acompanhavam a entrega da obra do Viaduto Murilo Domingos, localizado na avenida Beira Rio.

“Tudo é possível”, disse o prefeito para, logo em seguida, tecer uma série de críticas em relação à gestão de Mendes.

Segundo Emanuel, o governador representa um modelo de gestão “isolado” e que “não mostrou a que veio”.

“A cada dia, tanto da classe política, quanto das ruas, a gente sente que esse modelo que está aí está cada vez mais isolado, fracassado. É um modelo que não disse a que veio. Um modelo que governa para poucos, que não conversa com ninguém e que se isolou”, disse.

“Vai morrer com a fortuna que diz que tem na mão, mas não consegue aplicar um centavo em benefício da população, dos mais humildes, a não ser em campanhas publicitárias de efeito e de marketing”, emendou o gestor.

Emanuel ainda disse ser uma oposição clara à gestão democrata, por entender que o Estado “despreza” a população mais humilde de Mato Grosso.

“O modelo de estado que está aí, vocês acham bom?  É unânime: Ninguém acha bom. Modelo isolado, arrogante, frio, calculista, administrando para poucos, não gosta de pobre, despreza os mais humildes, não olha pelos pequenos”, disse.

“Esse tipo de gestão não me agrada e eu sou uma clara oposição a ela”, concluiu ele.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -

Siga-nos nas redes sociais

31Mil FãsCurtir
250SeguidoresSeguir