sexta-feira, 25 de junho de 2021
Início Política Com “comorbidade leve”, Emanuel adia sua vacinação e anuncia imunização de jornalistas

Com “comorbidade leve”, Emanuel adia sua vacinação e anuncia imunização de jornalistas

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), adiou sua própria vacinação – que estava prevista para ser realizada na manhã desta segunda-feira (17) – sob a alegação de que teria “comorbidade leve”.

Durante coletiva de imprensa, o gestor afirmou que jornalistas e assistentes sociais serão inclusos no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19.

Aos 55 anos e hipertenso, o prefeito faz parte do grupo prioritário do plano de imunização contra o novo coronavírus da prefeitura de Cuiabá.

Inicialmente, a imunização de Emanuel estava prevista para ser realizada na sexta-feira (14), durante inauguração do polo de imunização localizado no Senai da avenida XV de Novembro.

Contudo, na data, o gestor adiou sua imunização, que foi reagendada para esta segunda-feira, mas durante a coletiva Emanuel anunciou que não se vacinará neste momento porque sua comorbidade é “leve”.

“A minha hipertensão é considerada leve, ela não é seguida de uso de dois ou três medicamentos, eu só tomo um, desde os 28 anos, ou seja, o prefeito é saudável. Mediante isso eu não posso tomar, não sou eu que vou promover o ‘fura fila’ em Cuiabá”, afirmou.

Além disso, o gestor da Capital anunciou que irá abrir em breve, a imunização dos jornalistas, bem como para o grupo de pessoas abaixo de 59 anos, que não possuem comorbidades, conforme a chegada de novas remessas de vacinas.

“Já entrei em contato com o Sindicato dos Jornalistas e quero pedir para amanhã já o levantamento para abrir a vacinação de todos os jornalistas de Cuiabá. Isso também é um pedido de vários de vocês e de representantes da categoria, que eu entendo também, e pelas atividades que vocês exercem, que devem ter essa prioridade”, afirmou Pinheiro.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -

Siga-nos nas redes sociais

31Mil FãsCurtir
250SeguidoresSeguir