sexta-feira, 21 de janeiro de 2022
Início Política Ao TCE e MPE, Diego questiona ausência de rateio do Fundeb em Cuiabá
PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO

Ao TCE e MPE, Diego questiona ausência de rateio do Fundeb em Cuiabá

Parlamentar diz que prefeito Emanuel Pinheiro demonstra "descaso" com a Educação

O vereador Diego Guimarães (Cidadania) pediu que seja investigada a ausência do rateio da sobra do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB) para os profissionais da educação de Cuiabá.

Ele encaminhou ofícios ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), da União (TCU) e ao Ministério Público Federal (MPF) e Estadual (MPE).

De acordo com o parlamentar, a prefeitura não tem cumprido a Emenda Constitucional nº 108 que prevê o rateio das sobras da subvinculação mínima de 70% do fundo.

Pela lei, esses recursos poderão ser aplicados para reajuste salarial sob a forma de bonificação, abono, aumento de salário, atualização ou correção salarial.

“Como foi um ano de pandemia, sobraram R$ 70 milhões do Fundeb em Cuiabá que poderia incrementar o ganho salarial dos profissionais da educação, além de fomentar nossa economia. É dinheiro circulando no comércio local”, disse o vereador.

Diego ainda ressalta que o prefeito de Cuiabá tem demonstrado descaso com a Educação quando deixa de fazer o rateio.

Por fim, afirmou que vai apresentar uma lei para regulamentar a questão no município.

“Espero que o TCE obrigue a pagar o rateio do Fundeb e vou propor um projeto de lei nesse sentido”.

Mais lidas nesta categoria
- Publicidade -

Siga-nos nas redes sociais

31Mil FãsCurtir
18,052SeguidoresSeguir
3,191SeguidoresSeguir
597InscritosInscreva-se